Saiba quais são os tipos de disjuntores mais utilizados no mercado e como escolher o modelo certo para o seu projeto elétrico

O disjuntor é uma peça fundamental para proteger a rede elétrica da sua residência ou empresa de uma sobrecarga inesperada

 

O disjuntor é uma das peças mais utilizadas por engenheiros e eletricistas que desejam montar um projeto de instalações elétricas para empresas ou residências. Esse pequeno aparelhinho se assemelha muito com um interruptor e tem a função de controlar o fluxo da corrente elétrica do ambiente, interrompendo a circulação da energia no caso de uma sobrecarga. Sem ele, a rede elétrica ficaria exposta a incêndios e até mesmo explosões.

 

Quais os tipos de disjuntores encontrados no mercado?

 

Existem diversos tipos de disjuntores no mercado, porém vamos focar apenas nos modelos NEMA e DIN nesse primeiro momento. Um ponto importante a ser levado em consideração é o dimensionamento dos disjuntores. Não adianta saber apenas qual a corrente do circuito: é preciso entender também qual vai ser a carga instalada. Você vai instalar um motor? Ou quem sabe um chuveiro novo? Reunir essas informações é um passo essencial para facilitar a escolha do aparelho adequado.

 

1 – Disjuntor NEMA

 

Conhecido como disjuntor preto por muitos eletricistas e profissionais da área, o modelo NEMA trabalha com o padrão norte-americano e pode ser utilizado em instalações elétricas brasileiras graças à portaria 243 do Inmetro. Esse modelo tem menos sensibilidade na hora de fazer o seccionamento (desarmar), o que acaba gerando uma certa demora na resposta contra uma sobrecarga repentina.

 

2 – Disjuntor DIN

 

O disjuntor DIN segue um padrão europeu e tem sua fabricação regulamentada através da norma NBR NM 60898. Um dos seus grandes diferenciais é a capacidade superior de interrupção do curto circuito, o que garante uma proteção extra contra uma carga maior de energia. Ao menor sinal de perigo, esse modelo consegue ter uma resposta rápida para evitar um acidente mais grave.

 

A marca Steck para disjuntores é uma das marcas mais reconhecidas no mercado e já trabalha com uma linha completa de mini disjuntores e interruptores diferenciais devidamente certificados pelo Inmetro, assegurando a eficácia da sua obra e prevenindo os gastos com reparos e mão de obra adicional.

 

Tipos de disjuntores DIN

 

Disjuntores magnéticos

 

Esse modelo faz a interrupção instantânea da corrente elétrica ao notar uma variação muito brusca, protegendo os aparelhos que estiverem ligados no circuito. É um produto que possui um valor mais elevado em relação aos outros dois modelos de disjuntores.

 

Disjuntores térmicos

 

Além de ser um modelo barato e simples de utilizar, o disjuntor térmico ainda conta com um sistema robusto de interrupção de energia. Embora seja eficiente, possui uma certa lentidão para interromper a corrente elétrica no caso de uma variação repentina, o que acaba se tornando uma desvantagem em relação aos outros modelos.

 

Disjuntores termomagnéticos

 

Esse tipo de disjuntor tem basicamente dois tipos de proteção: a térmica e a magnética. Na proteção térmica, a chapa bimetálica que compõe o aparelho acaba se deformando com o aquecimento, empurrando o mecanismo que vai desligar a chave do disjuntor. Na proteção magnética, o campo magnético do aparelho aumenta a sua intensidade no caso de uma sobrecarga, acionando um pistão metálico que vai interromper a corrente elétrica.

 

 

Gladiston Moretti

Diretor de vendas e sócio-proprietário da Rimo Elétrica. Possui mais de 29 anos de experiência em materiais elétricos e iluminação. É especialista em soluções em LED para o mercado corporativo.