banner fiação elétrica
Saiba quais são as vantagens de criar uma planta elétrica adequada para as necessidades do seu projeto elétrico

Saiba criar e interpretar os diagramas técnicos do seu projeto de maneira simples

 

Criar um projeto elétrico eficiente e bem-sucedido não precisa ser uma tarefa estressante e impossível. O planejamento das atividades é o grande segredo para garantir que todos os passos serão cumpridos de acordo com as normas estabelecidas e o prazo determinado com a equipe. No meio de tanto trabalho, é importante lembrar de montar uma planta elétrica detalhada para que os profissionais envolvidos na obra consigam desempenhar suas funções corretamente.

 

O que é a planta elétrica e qual a sua importância para o projeto?

 

Antes de tudo, é preciso deixar bem claro o significado desse termo. A planta elétrica é basicamente o desenho que vai ilustrar a relação das instalações elétricas com os cômodos da sua obra. Isso significa que esse documento deve ser o mais rico em informações possível para evitar que os colaboradores se sintam perdidos na hora de executar as tarefas estabelecidas na fase de planejamento.

 

Muitos engenheiros e arquitetos utilizam o AutoCAD ou outros programas para desenhar a planta elétrica, o que acaba facilitando e muito a visualização de alguns detalhes mais técnicos. A planta ajuda na compreensão das dimensões do imóvel, por isso deve ser feita utilizando uma escala real e reduzida. Você não vai querer parar para refazer todos os cálculos por conta de um descuido, não é verdade?

 

Como elaborar uma planta elétrica de maneira efetiva?

 

Embora os programas de computador sejam uma ferramenta facilitadora nesse processo de criação da planta elétrica, é recomendável que você utilize uma planta desenhada no papel para fazer a anotação das medidas e não se perder ao longo do tempo. Certifique-se de cumprir os requisitos da norma NBR 5410 para assegurar que o projeto terá a eficiência e a segurança que você e a sua equipe necessitam. Confira alguns pontos importantes que devem ser incluídos na planta do seu projeto:

 

1 – Tomadas de uso geral (TUG´s)

 

De acordo com a norma, em halls de serviço, salas de manutenção e salas de equipamentos, tais como casas de máquinas, salas de bombas, barriletes e locais análogos, deve ser previsto no mínimo um ponto de tomada de uso geral.

 

2 – Iluminação

 

Para garantir a eficiência da iluminação no seu projeto elétrico, em cada cômodo ou dependência deve ser previsto pelo menos um ponto de luz fixo no teto, comandado por interruptor.

 

3 – Divisão da instalação

 

Segundo a NBR 5410, a instalação deve ser dividida em tantos circuitos quantos necessários, devendo cada circuito ser concebido de forma a poder ser seccionado sem risco de realimentação inadvertida através de outro circuito.

 

4 – Manutenção

 

A norma exige que seja estimada a frequência e a qualidade da manutenção com que a instalação pode contar ao longo de sua vida útil. A confiabilidade dos componentes também deve ser compatível com a vida útil dessas instalações para assegurar a eficiência do projeto elétrico.